Educação

Animais e educação infantil: pets podem ajudar!

criança brincando com cachorro no por do sol

Ter um amigo é uma delícia, ainda mais se ele tem quatro patas e adora brincar. Obviamente a primeira imagem que vem à cabeça é de um cachorro, não é mesmo? Afinal, não é a toa que é conhecido como o melhor amigo do homem.

No entanto, não é só apenas sobre os cães que vamos falar, mas sobre os benefícios da convivência com animais de estimação para a educação infantil.

Crianças, no geral, ficam animadíssimas quando estão em contato com gatos, cachorros, peixe, tartaruga. O mundo animal instiga a curiosidade das crianças e estimula descobertas sobre um novo universo. A diversão é universal, seja para meninos ou para meninas, difícil a criança que resiste aos encantos de um animalzinho.

Mas afinal, como adotar um bicho de estimação ajuda na educação infantil?

A escolha de levar um animalzinho para dentro de casa e integrá-lo à família não é uma decisão fácil. É uma escolha que requer planejamento, cuidado e responsabilidade.

Muitos estudos de comportamento demonstram que os pontos positivos superam os negativos quando o assunto é crianças e pets. A própria responsabilidade é o maior aprendizado para os pequenos que adotam um amigo animal.

Acredito que você esteja pensando que no final acaba sobrando tudo para os pais. É, não dá para negar que o trabalho braçal acaba ficando com os adultos. Levar ao veterinário, comprar comida, dar banho…mas acredite, o amadurecimento, a disciplina e até a afetividade chega junto com esse pacote.  

Para que isso aconteça, é preciso pulso firme com elas, nada de ser só brincadeira. Hora de tirar o cocô é hora de tirar o cocô, e os passeios não é só nos dias legais, os bichinhos precisam de cuidados todos os dias.

Relação que ensina

Ter um animal de estimação em casa desenvolve habilidades importantes no desenvolvimento das crianças. Muitas mães relatam experiências em que seus filhos passaram a demonstrar mais afetividade e maior facilidade com regras de convívio. Isso porque aprendem como lidar e respeitar os limites de um outro ser diferente.

Além disso, quando determinadas atividades de cuidado com o animal são incorporadas à rotina, muito se aprende sobre disciplina e a responsabilidade com o outro, qualidades importante para a educação infantil.  

Somado a tudo isso, os pequenos também experimentam a autoconfiança com compromisso cumprido com sucesso.

Que tal repensar em família essa possibilidade?  

 

Deixe seu comentário