cartão de credito e dinheiro
Finanças

Atenção! O pagamento automático podem ser o vilão do seu orçamento.

Tempo de leitura: 4 minutos

Quando a família vai crescendo, as despesas crescem junto. Criança traz toda uma nova dinâmica, novos gastos e muitas emergências.

Com tudo isso, às vezes, o planejamento sai de ordem e as despesas se tornam uma bola neve.

Como não deixar isso acontecer?

Educação financeira ainda é um déficit na educação do brasileiro. De acordo com o Serasa, 57% dos brasileiros estão inadimplentes. Essa realidade acende o sinal vermelho e aponta o holofote para uma palavrinha mágica: controle.

Manter o controle financeiro das desesperas da sua família é um grande desafio. Sem meias palavras, é um hábito que irá te exigir tempo e, em grande parte dos casos, sacrifícios.

Cuidado com os benefícios da modernidade

A tecnologia trouxe várias facilidades para a rotina, umas delas é o pagamento através do cartão de crédito.

Ok, isso não é tão novo, mas o pagamento automático é. Com a possibilidade de se pagar pelo cartão cadastrado no aplicativo, muito pessoas perderam a noção sobre quanto gastam e com o que gastam.

Isso porque, hoje em dia, a corrida do Uber se encerra e você nem sequer sabe o valor da corrida. No entanto, está pago, através do cartão cadastrado. E não é só no Uber não, essa automação vale para o Netflix, o patinete elétrico, a comida, o portal de notícias. Tudo é adicionado ao seu orçamento sem você nem sequer perceber.

A mesma lógica acontece para as faturas em débito automático. Essas se tornaram muito comuns para as faturas de serviços básicos e essenciais, como luz, telefone, condomínio. Aquelas que, independente do valor, a obrigatoriedade do pagamento faz com que não as analisemos antes de pagar. Ou seja, pode acontecer de você estar sendo cobrados por serviços aos quais você não usou.

Por isso é tão importante tirar um tempo na sua rotina para analisar tudo, principalmente cada pagamento automático. Um por um, todos os meses.   

É aqui entra a palavrinha mágica da educação financeira que falamos lá em cima: controle.

Tem levado sua vida nesse ritmo moderno de pagamento?

Experimente mapear os seus gastos, fazer uma planilha, anotar ou até mesmo usar algum aplicativo se finanças.

Você pode se surpreender com o resultado.

Feito isso, você pode usar as dicas que já demos aqui no blog para reduzir o consumo, por exemplo, do mercado. Que tal?  

Erika Zordan

Jornalista e Produtora de Conteúdo no Clubinho de Ofertas. Mineira de raiz, carioca de coração. Sou apaixonada por histórias e acredito muito no poder de transformação da educação.