mão enrolando um tapete de yoga
Tempo e família

Em 2019, troque um hábito ruim por um hábito bom!

Tempo de leitura: 4 minutos

Passado o Natal, é hora de festejar a chegada do novo ano. É aquela data que você para toda sua vida para refletir sobre você e seu futuro. Tomados pela animação de recomeçar, analisamos nossos erros e acertos, e a partir disso, traçamos metas para conquistar nossos sonhos e mudar um pouco da nossa rotina.

Você já fez sua lista?

É normal, no auge da nossa empolgação, criarmos uma lista imensa de futuras realizações. Isso é ótimo, mostra que estamos motivados. Entretanto, acabamos atropelados pela nossa própria animação e as metas acabam não saindo do papel.

Por isso, já pensou em fazer diferente este ano?

Ao invés de pensar na sua vida e pegar “todos os fios soltos” e fazer uma lista difícil de colocar em prática, experimente reduzi-la. É aquele velho ditado: faça pouco, mas faça bonito.

Substitua!

Uma metodologia bem legal é quando você reconhece os hábitos ruins. Eles dizem muito sobre nós, e ao reconhecê-los damos a chance para realmente melhorar e não simplesmente compensar a “balança”.

O que eu quero dizer é que ao reconhecer hábitos ruins, você tem a chance de deixá-los para trás, e ocupar o tempo dedicado a eles com alguma prática positiva.

Tente fazer uma lista com os hábitos ruins que você já tem, e outra com hábitos bons que você gostaria de adquirir.  Analise quais itens das duas listas demandam a mesma dedicação e tempo. Depois de descobrir as correspondentes basta colocar em prática.

Tenha auto compaixão para começar o ano

Manter uma lista grande ou mudar sua rotina da água para vinho dificuldade bastante a fase de adaptação do novo hábito. Por isso, respeite seus limites e seu estilo de vida. É fundamental perceber que essa mudança vai acontecendo aos poucos e que está tudo bem falhar, e quando acontecer, foque no recomeço.  

Troque um hábito ruim por um hábito bom e valorize sua iniciativa de estar se mexendo. Ficar sempre apontando suas falhas ou então acreditar que poderia fazer muito mais não ajuda. Isso só gera um sentimento de culpa que só te atrasada.

Procure sempre as evidências positivas da sua determinação, e não desanime!

No mais, boas metas para 2019!

Erika Zordan

Jornalista e Produtora de Conteúdo no Clubinho de Ofertas. Mineira de raiz, carioca de coração. Sou apaixonada por histórias e acredito muito no poder de transformação da educação.