Educação

Aprenda e se emocione com os sorrisos da família de Mariana, a mãe de dois!

uma mulher com dois filhos, sendo um deles com síndrome de down

Vivemos uma geração onde as diferenças não só existem, como gritam e reivindicam sua importância todos os dias. Não que isso tenha feito o caminho mais fácil, mas com certeza quando vemos pessoas compartilhando sua existência com orgulho e recebendo empatia de volta, temos belos passos dados em direção à uma sociedade melhor para todos.

A vida de Mariana Fernandes, a Mãe de Dois, é um desses perfis gostosos de acompanhar. Sabe quando você segue a vida de alguém que te enche de esperança e te ensina tanto quanto? A família da Mariana é tudo isso e mais um pouco.

Mariana é mãe de Guilherme, de 5 anos, e de Antônio, de 1 ano e 8 meses. Ela mantém um perfil no Instagram onde conta para mais de 27 mil seguidores as delícias e os desafios da maternidade.

Aos 30 anos, Mariana se tornou mãe de Guilherme. O primeiro filho foi uma alegria, mas o pacote ficou ainda mais completo quando chegou o pequeno Antônio. Uma alegria sem tamanho acompanhada de uma surpresa de puro aprendizado: a Síndrome de Down.  

O Blog do Clubinho conversou com a Mãe de Dois e trouxe um pouquinho da força que a sua história de vida contagia:

(Clubinho) Como a maternidade te transformou?

M.F: Completamente! Hoje sou outra pessoa. Quando a mulher se torna mãe, ela aprende a amar incondicionalmente. Esse amor é tão grande que não importa o sexo, a raça e muito menos as características do bebê, ela vai amá-lo por toda a vida. É um amor que não se oprime nem quando chega as incansáveis noites mal dormidas, as trocas de fraldas, o plantão de 24 horas nos 7 dias da semana e que dura uma vida inteira, afinal, o amor de uma mãe jamais acaba e ela nunca repousará tranquila em seu travesseiro sem saber se o filho está bem.

(Clubinho) Nas redes sociais seus dois filhos parecem muito parceiros, como foi construir esse cuidado e atenção entre os dois?

M.F: Deixei que tudo fosse acontecendo naturalmente. Nunca fui de ficar forçando a barra para o Gui beijar, abraçar ou cuidar do irmão. Sabia que isso aconteceria devagar, ainda está acontecendo.

(Clubinho) No Instagram, você fala sobre trabalhar em casa. Essa foi uma opção depois do nascimento do Antônio?

M.F: Trabalho em casa desde 1 ano do Guilherme, ele ficou doente, e precisou de cuidado em tempo integral, então eu e meu marido optamos por ser assim.

(Clubinho) Como é para você essa questão de priorizar a maternidade?

M.F: Ótimo, consigo aproveitar detalhes que sei que não conseguiria. Apesar de saber que minha parte profissional está parada. Comigo funciona da seguinte maneira, sempre tirar o melhor da situação que vivo. E se tratando de filhos… ah, fica bem mais fácil.

A Síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Crianças que nascem com síndrome de Down, diferente da maior parte da população, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46. Essas pessoas crescem com algumas características semelhantes, mas elas têm muito mais em comum com o resto da população do que diferenças.

No entanto, muito preconceito e desinformação ainda faz parte da trajetória de vida dessas crianças, jovens e adultos. Por isso, a notícia para a família ainda é um desafio, mas que logo se transforma em amor, carinho e sintonia.

Quando o Antônio foi diagnosticado com Síndrome de Down, qual foi o primeiro pensamento que veio na sua cabeça?

M.F: Tive medo! E fiquei muito triste. Não tinha nenhum conhecimento.

(Clubinho) Qual foi o primeiro desafio e aprendizado com ele?

M.F: O primeiro desafio foi a UTI neonatal, e o primeiro aprendizado é saber esperar e respeitar o tempo dele.  

(Clubinho) Você compartilha o desenvolvimento da sua família nas redes sociais através do perfil Mariana Mãe de Dois. Como você acha que isso contribui com a desmistificação da Síndrome de Down?

M.F: Nossa, isso tem sido um grande presente. Muitas pessoas me pedem “ajuda”, tiram dúvidas, se surpreendem com a nossa vida comum. Já ganhei muitos amigos graças ao meu trabalho pelo Instagram.

Animado para acompanhar essa família super especial? Corre lá o Instagram e procure pelo perfil @marianamaededois.

Ahhh, e antes que a gente esqueça, a partir deste mês a Mariana vai estar todo mês com a gente aqui no blog. Ela vai contar um pouquinho dessa experiência única que é viver a vida ao lado desses dois ser humaninhos lindos!

Fique ligada aqui no blog!

 

Deixe seu comentário