Finanças

Chegou o momento: como voltar ao trabalho depois da maternidade?

mulher executiva no computador

A maternidade é uma fase muito marcante para a mulher. São muitas transformações em um curto espaço de tempo, e que seguem se consolidando pelo  resto da vida. As mudanças do corpo e o desenvolvimento do bebê acabam se tornando destaque durante esta fase, mas quem é mãe sabe que as circunstâncias são ainda mais complexas.

A carinha que chega depois dos nove meses é a personificação de uma ligação inexplicável, mas também o símbolo de uma série de novidades que precisam ser enfrentadas. O mercado de trabalho é uma delas.

Seja pelo tempo da licença maternidade ou pela opção de priorizar o filho durante os primeiros anos, o afastamento do mercado profissional e o retorno para ele é sempre um desafio.

A pesquisa “Licença maternidade e suas consequências no mercado de trabalho do Brasil”, realizada pela Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV EPGE) apontou que metade das mulheres analisadas estavam fora do mercado de trabalho mesmo depois do fim da licença maternidade. Já os motivos são inúmeros, desde demissão até a ausência de renda para contratar uma creche ou uma babá.

Mesmo para as mulheres com carreira profissional bem sucedida e estável a tomada de decisão para a volta transita por questões emblemáticas. Muitas delas passam a lidar com horários restritos, dupla jornada, ausência de apoio familiar e da empresa com os imprevistos da maternidade, além, é claro, das instabilidades emocionais como saudade e insegurança.

Não desista!

Se você é uma dessas mulheres que está pensando em voltar a trabalhar, procure conversar com outras mães, se informe dos maiores obstáculos que elas enfrentaram. Que tal também conversar com quem está na sua área profissional? É bom para entender as atualizações dos sistemas, das habilidades necessárias e dos debates do momento.

Além disso, confie na pessoa que cresceu ai dentro de você. Ser mãe ensina muitas coisas novas e traz muitas habilidades que antes poderiam não ter sido desenvolvidas como determinação, paciência, empatia, responsabilidade, organização…

Enquanto está tentando colocar o plano em prática, aproveite o horário da soneca do pequeno para ler e se informar. Hoje em dia, com a internet, é possível fazer muitos cursos onlines e aprender ferramentas novas que te ajudam a ficar por dentro de tudo sem sair de casa. Você também pode usar as redes sociais a seu favor, comente com os amigos sua vontade, peça indicações ou então, experimente o LinkedIn, uma rede social própria para o mercado de trabalho.

Ter dúvidas e se sentir deslocada é super normal. No entanto, busque pensar que muitas outras mulheres já passaram por isso e já reencontraram o caminho do sucesso. Acredite em você e no seu potencial!

 

Deixe seu comentário