duas mulheres conversando em entrevista
Educação

Como evitar acidentes domésticos com crianças

Tempo de leitura: 8 minutos

Se você tem um bebê ou criança em casa ou conhece alguém que tenha, fique atento e leia esse texto até o final. Você sabe quais são os acidentes domésticos mais comuns? Pasmem!!! 90% dos acidentes poderiam ser evitados, mas o que falta? É informação? Segundo o Ministério da Saúde anualmente acontecem 5 mil acidentes domésticos fatais com crianças e 110 mil acidentes com lesões em que as crianças são internadas ou hospitalizadas.

Por que é tão grande esse número e o que fazer para prevenir? Eu conversei com a médica pediatra Bianca Carareto, do Rio de Janeiro, que explicou como os pais devem fazer para prevenir os acidentes domésticos. Nesse vídeo ela dá dicas de primeiros socorros e ensina como agir em caso de intoxicação química por produto de limpeza.

O acidente doméstico é bastante comum em pediatria. A principal causa dos acidentes domésticos é a falta de informação, ou seja, de conhecimento do que causa acidente em casa e a falta de infraestrutura. O ambiente não está preparado para prevenir os acidentes domésticos. Prevenção é a grande palavra para evitar acidentes domésticos, explica Bianca Carareto.

Como evitar quedas?

As janelas devem estar travadas e protegidas com tela de proteção, pois a queda em grandes alturas pode ser fatal, mas as quedas em casa também podem machucar. Quando for trocar a fralda, a criança pode rolar e cair de um local elevado como trocador, cadeira de refeição ou da cama. Como prevenir?

Sempre supervisionando. Não mexer na criança ao cair e verificar se ela está sonolenta ou desacordada e chamar o resgate para ser removida de forma adequada com imobilização cervical, para não haver o problema e causar lesão.

Como evitar sufocação?

Os brinquedos que têm peças pequenas não são recomendados para crianças com menos de 3 anos de idade e os responsáveis devem ler na caixa do brinquedo a recomendação da faixa etária adequada. Cuidado também com balões de festa para crianças pequenas porque a criança pode colocar na boca e ao estourar pode ir pedaços de balão para a via aérea. As sacolas plásticas também são um perigo porque a criança pode colocar a sacola de plástico na cabeça e causar sufocação.

 Como evitar queimadura?

Você sabe quais são os tipos de queimadura mais comuns? Queimadura de terceiro grau pode ser fatal, mas o que causa queimadura em criança? Criança não deve estar na cozinha próximo ao fogão, mas se estiver é muito importante lembrar de deixar o cabo da panela para dentro do fogão para as bocas de trás do fogão. O fósforo e o ferro de passar roupa devem ser guardados em armário fechado e longe do alcance da criança para evitar incêndio dentro da casa. Algumas queimaduras precisam de observação mais criteriosa e até internação. Isso depende do tipo de queimadura. Não deve passar nenhum produto caseiro e não deve estourar a bolha e chamar o médico.

Como evitar intoxicação?

Você sabe quais são os sintomas da intoxicação alimentar? Intoxicação alimentar pode ser grave. Toda medicação deve ser guardada em um armário com chave ou em prateleira onde a criança não alcança. É muito comum as crianças internarem em UTI por se intoxicarem com remédio de nariz que os adultos usam. Produtos de limpeza causa acidentes domésticos graves. Não deve usar produtos de limpeza em outros frascos como de refrigerante porque a criança pode achar que é uma bebida e ingerir algo tóxico. Em casos de ingestão de material de limpeza não deve provocar vômito ou dar água ou leite porque piora o quadro porque quando volta queima mais.  Nesse caso o melhor é pegar a criança e o produto e levar para a emergência. Não dar nada para a criança beber em caso de intoxicação!

Como evitar choque elétrico?

Deve proteger as tomadas com protetores de tomada para não colocar objetos dentro da tomada e fios de equipamentos eletrônicos devem estar protegidos e encapados para evitar curto e causar acidente.

Objetos cortantes onde guardar?

Tesoura somente sem ponta e faca deve ser guardada em gaveta travada ou armário mais alto.

 Como evitar acidente com animal?

Orientar a criança a se comportar de forma adequada para não ter o risco do animal morder, evitar de mexer no animal enquanto ele estiver comento ou arranhar a criança.

Assista agora a entrevista completa!

Cláudia Romero

Mineiroca de BH, mora no Rio desde 2010. Mãe da Bela e do Miguel, trabalha como jornalista e apresentadora de vídeo há mais de 15 anos. Criadora do canal ComCria, conta com larga experiência em reportagem, produção e apresentação para TV, além de assessoria de imprensa e comunicação estratégica corporativa. Trabalhou em grandes empresas como TV Globo, SBT e Petrobras.