mulher sentada dentro de um museu de frente para três obras de arte
Educação

Dia Internacional dos Museus: data para celebrar, aproveitar e proteger!

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabia que amanhã, dia 18 de maio, é celebrado o Dia Internacional dos Museus?

Pois é, a data é reservada para lembrar a importância cultural e histórica desses espaços que guardam muito aprendizado. Além, é claro, de incentivar que as pessoas ocupem cada vez mais os museus por todo o mundo e contribuam com a sua manutenção.

Uma riqueza apagada

Em 2018, um triste capítulo marcou a  história brasileira. No dia 02 de setembro, o fogo destruiu 200 anos de história ao consumir por completo o Museu Nacional, localizado na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. O incêndio de grandes proporções queimou não só estrutura do palácio, como quase todo o acervo que ali estava. Foram 20 milhões de itens, entre eles o fóssil humano mais antigo encontrado no país, a Luzia.

Segundo a administração do Museu, depois do incêndio, o fóssil foi encontrado entre os escombros e está em processo de recuperação.

O episódio alertou as importância da promoção de políticas públicas que protejam a história e os objetos que a preservem.

Final de semana de muito reconhecimento!

Neste sábado, vamos nos dedicar não apenas a celebrar nas redes sociais, mas, principalmente, incorporar a nossa rotina a valorização desses espaços culturais. Que muitas vezes são sucateados por falta de tenção popular ao seu valor cultural, e caem no abandono e esquecimento.

Durante toda a semana está acontecendo a 17ª  Semana Nacional de Museus, com uma programação intensa que você pode conhecer na página do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus).

Do dia 13 a 19 de maio serão mais 3.222 eventos: mostras, oficinas, visitas guiadas, debates. O melhor é que tem ação por todo o Brasil.

Para quem está em São Paulo, o Clubinho traz oferta para o Museu da Imaginação. Não deixe de aproveitar!

 

Erika Zordan

Jornalista e Produtora de Conteúdo no Clubinho de Ofertas. Mineira de raiz, carioca de coração. Sou apaixonada por histórias e acredito muito no poder de transformação da educação.