menina escrevendo em um ambiente escolar
Educação

Mudou de escola? Ajude seu filho na adaptação

Tempo de leitura: 6 minutos

O início do ano é o começo de muitas coisas. Para os adultos, cheios de compromissos e planos a cumprir, e também para as crianças que retornam para a escola. Algumas enfrentam um recomeço ainda mais surpreendente: a escola nova.

Existem aquelas que estão descobrindo pela primeira vez todo este universo. Outras estão, de fato, recomeçando em uma outra escola. Seja qual for o status, a chegada a um ambiente novo pode gerar muitos sentimentos. É uma enxurrada de emoções que pode ir da excitação ao medo, da ansiedade à felicidade. É um processo de amadurecimento extremamente importante para o crescimento dessas crianças.  

O fato é que, nesta fase, os pais precisam estar sempre por perto. Acompanhar a adaptação é essencial para que o desafio seja realizado com sucesso.

Se seu filho está passando por isso ou em breve passará, este texto é para você!

O ponto de partida

Escolher a escola nova, para começar, deve ser uma etapa realizada em conjunto. Por mais que a decisão final seja dos pais, apresentar as opções e dividir a decisão com o filho é importante para facilitar aceitação no novo lugar. É claro que isso não implica passar por cima dos seus limites para satisfazer o desejo do pequeno. Um pouquinho de diálogo é fundamental para a criança aprender sobre o peso das escolhas.

Caso já tenho passado por esta etapa, fique atento a esta segunda dica.

De rotina nova

Mudar de escola implica muitas mudanças. O caminho até a escola, os horários, o estilo da escola, os amigos, a metodologia de estudo…e para tudo isso é preciso organização.

Entre no ritmo desse retorno. Voltar a rotina requer preparação!

Conheça o novo ambiente antes das aulas

Aproveite esse últimos dias de férias para conhecer a escola nova antes dela ficar lotada de gente. Isso ajuda a criança a ter mais segurança com o primeiro dia, diminuindo a ansiedade. Assim, ela já vai saber onde é o banheiro, a cantina, a diretoria, onde provavelmente será sua sala…para as crianças mais envergonhadas, conhecer esses pontos principais anteriormente dá mais autoconfiança.

O primeiro dia  

Chegue cedo. O ideal é que criança consiga escolher um bom lugar para sentar, chegue junto com outros colegas, receba a mesma informação que todas as outras crianças. Chegar correndo, apavorado gera um imenso desconforto que pode não deixar seu filho confortável. Instrua-o a identificar quem são as pessoas novas no colégio, e diga para se aproximar delas.

Ao final do dia, seu papel de mãe e pai é perguntar como foi. Tente ser bem detalhista. Mesmo que seu filho não esteja muito afim de conversar, com carinho, tente estimulá-lo. Pergunte sobre partes específicas da escola, sobre pessoas específicas, conte alguma experiência sua com o primeiro dia de trabalho, por exemplo. A ideia é tentar estabelecer confiança para que você sempre saiba como andam as coisas na escola, e claro, também demonstrar que o desconforto e a insegurança é comum a qualquer pessoa.

Depois de todos esses passos, continue observando com muito cuidado e atenção. Os primeiros dias podem ser um desafio, mas aos poucos tudo vai se ajeitando. Esteja sempre por perto, assim será sempre mais fácil você saber qual atitude tomar.

 

Erika Zordan

Jornalista e Produtora de Conteúdo no Clubinho de Ofertas. Mineira de raiz, carioca de coração. Sou apaixonada por histórias e acredito muito no poder de transformação da educação.