Educação

O que a alimentação saudável para criança ensina sobre respeito?

menina comendo melancia

Durante muitos anos toda nossa sociedade viveu e se beneficiou das facilidades das comidas fast food, das produções alimentícias em massas e dos produtos industrializados.

No entanto, atualmente pesquisas demonstram que estamos colhendo os frutos dessas escolhas: problemas de saúde, desperdícios alimentares e prejuízos irreparáveis no meio ambiente.  

Uma percepção diferente levantou o debate sobre a importância de valorizar uma alimentação saudável para a sobrevivência da humanidade.

As gerações mais novas têm se preocupado cada vez mais com o equilíbrio entre mente, corpo e natureza. Esse cuidado diz muito sobre as mudanças na mentalidade de um grupo de pessoas que enxerga na alimentação uma ferramenta importante de respeito e solidariedade.

Como assim respeito e solidariedade?

Quando entendemos de onde vêm nossos alimentos, o que estamos consumindo, e para onde vão, passamos a compreender estruturas importantes do funcionamento da nossa sociedade.

Ou seja, optar por uma lasanha congelada ou um almoço feito em casa se torna parte da educação e não somente uma fonte de alimento.

Por meio da alimentação saudável para criança é possível ensiná-las porque, por exemplo, tantas pessoas passam fome enquanto outras desperdiçam alimentos.

A consciência social é um degrau importante para educação, pois gera pessoas mais críticas capazes de, realmente, lutarem por uma sociedade melhor para todos.

Jovens conscientes enxergam estratégias que transformam problemas em soluções.

“Alimentação saudável dá muito trabalho e é caro.”

Muitas pessoas se equivocam ao pensar dessa maneira. A verdade é que hoje em dia é muito mais fácil mudar a cara da sua alimentação. As pequenas mudanças podem ser feitas desde já e você vai ver que não é nenhum bicho de sete cabeças.

Você pode começar:

Frutas da época:

As frutas dependem de clima e de condições naturais para se desenvolverem. Muitas delas têm uma época específica do ano para brotar. Quando não sabemos disso pagamos mais caro e consumimos frutas que precisam de muitos agrotóxicos para crescer.

Você pode escolher os produtos da época que são mais saudáveis e mais baratos, e, de quebra, ensinar seu filho sobre a natureza e as estações.

Passeio na feira:

Já parou pra pensar como um passeio na feira pode ser mágico para uma criança? Produtos de feira geralmente são mais saudáveis, mais baratos e diferentes.

É uma ótima oportunidade para a criança aprender sobre novos sabores, novas texturas e novos cheiros.

Desperdício de lixo:

Você já colocou seu filho para pensar para onde vai todo o lixo que produzimos todos os dias? São tantas coisas que usamos e descartamos sem pensar muito sobre. Imagine, então, que todas as pessoas fazem a mesma coisa. Bilhões de pessoas pelo mundo jogando saco plástico, embalagem, garrafa pet fora diariamente.

Ensinar seu filho desde pequeno sobre esse grande problema é ensiná-lo a ter mais cuidado com a vida dos seres humanos e dos animais. Ensinando que muitas pessoas não têm saneamento básico e convivem com o descarte incorreto do lixo que outras pessoas produzem é fundamental para o desenvolvimento da empatia.

Que tal trocar a sacola plástica pelas EcoBags? Evitar as garrafas pets valorizando sucos naturais direto da fruta? Ou então, separar o lixo orgânico e reciclado em casa?

Você pode unir alimentação saudável para criança, educação e meio ambiente para fazer do seu filho uma esperança verdadeira de mudança.

Deixe seu comentário