Loading...
Finanças

Os primeiros passos da educação financeira do filho

Dizem que ser adulto é pagar as próprias contas. De fato. Parte da maturidade é aprender a lidar com prazos, escolhas e limites.

Para cuidar do próprio dinheiro é preciso todas essas habilidades. Saber como administrar o próprio orçamento é um exercício diário e que começa com pequenos passos.

Educação financeira infantil não tem idade

No Brasil ainda é incomum nos currículos escolares ensinar crianças e adolescentes a entender economia e organização financeira. Então, cabe aos pais essa missão.

Aos poucos, vai se fazendo presente na vida da famílias a prática de ensinar aos filhos a responsabilidade com o dinheiro.

Para isso, atitudes simples são muito potentes para conscientizar os pequenos desde cedo. E, também, ajudam a tornar o aprendizado algo natural, que aos poucos vai incorporando ao caráter da crianças.

Três dicas vão te ajudar a começar

1- Separe um dinheiro para dar ao seus filhos em datas pré-estabelecidas. Assim como todas as pessoas lidam com salários, crianças também podem aprender, desde cedo, a organizar o próprio dinheiro ao longo de um período. O cuidado com o tempo e a noção de equilíbrio desenvolverá uma grande virtude: a responsabilidade.

2- Exalte o significado das escolhas. O mundo é cheio de coisas incríveis para serem experimentadas e vividas. Nós, adultos, sabemos como é escolher entre elas todos os dias. Já as crianças, geralmente, querem tudo ao mesmo tempo. Às vezes, é preciso paciência para conquistar, comprar ou ganhar algo que valha muito mais a pena. Dessa forma você, mãe, incentiva a determinação na conquista dos sonhos dos seus filhos.

3- Não tenha medo de demonstrar as dificuldades do dia a dia. É claro que as aflições diárias de uma família não podem se tornar lembranças dolorosas da infância. No entanto, explicar alguns “porquês” pode transformar a consciência sobre a realidade. Explique o porquê escolhemos produtos da promoção, usamos aplicativos de desconto, temos prudência com a fatura do cartão ou, até mesmo, levamos quentinhas e refeições para o trabalho. Essas singelas explicações afirmam como cada vitória é o reflexo de escolhas e sacrifícios cotidianamente.

Essas três dicas são só o começo para a uma educação financeira infantil que vai fazer seu filhote crescer e aprender muito com você!

Fica de olho no Clubinho, nós podemos te ajudar neste desafio!