Loading...
Educação

Consciência ambiental e o futuro do seu filho

menina abraçando um cervo

O acesso à informação nos fez estar cada vez mais por dentro de assuntos diversos. Hoje em dia, é muito comum conversamos sobre política, feminismo, meio ambiente, cultura. É uma realidade bem natural se a gente for pensar que podemos saber, em minutos, o que está acontecendo no Japão.

No percurso deste amadurecimento e desenvolvimento da sociedade muitas escolhas foram sendo feitas. Nossa geração e as futuras irão colher os frutos das decisões tomadas durante toda a história da humanidade.

Neste sentido, uma das grandes inquietudes é o que estamos percebendo sobre os reflexos negativos da preservação do meio ambiente. Melhor dizendo, da destruição dele.

As mudanças climáticas e as pesquisas sobre a influência do homem na natureza demonstra uma preocupação real e recorrente.

Você já falou sobre isso com seu filho?

Especialistas apontam que o grande problema na relação homem e natureza vem da falta de conscientização sobre a escassez da natureza.

Nós, seres humanos, temos a impressão que os recursos naturais nunca irão acabar. No entanto, estudos demonstram que não é bem assim que as coisas andam.

Essa consciência ambiental, ou a falta dela, é o resultado da nossa formação educacional que não se preocupava muito com o assunto, e por isso crescemos reproduzindo vários hábitos prejudiciais ao meio ambiente: como o desperdício de água, produção exagerada de lixo e valorização de agentes poluentes.

Por essa razão, é tão importante conversar com os filhos desde pequenos.

O diálogo de consciência sobre o meio ambiente, que faltou para as antigas gerações, passou a ser prioridade nos anos atuais.

Não só mudar, mas crescer com hábitos melhores pode mudar o futuro do planeta. Quando mudamos o futuro do planeta estamos mudando também o futuro dos nossos filhos.

Imagine que seu filho ainda tenha, pelo menos, uns 50 anos de vida pela frente, como você espera que o mundo esteja até lá?

No ritmo que estamos, infelizmente, existe uma grande chance deles estarem travando disputas por água potável, alimento para todos e uma imensa mudança climática.

Tudo começa pelo diálogo!

Se os mais novos começarem desde crianças a contribuir por um planeta sustentável, essa previsão pode ser bem diferente. Então, se você está preocupada com o futuro, a longo prazo, dos seus pequenos, comece desde já a educá-los cuidando da natureza e do próximo.

Se você quer saber como começar veja as dicas sobre alimentação e respeito do Clubinho. Corre lá!