mulheres jogando futebol
Empoderamento

Copa do Mundo de Futebol Feminino: a força feminina nos esportes!

Tempo de leitura: 5 minutos

Praticar um esporte é uma das atividades mais importantes para uma vida saudável. Seja ele corrida, futebol, academia, tênis, basquete, atletismo, ginástica… mas,  geralmente, esse incentivo ao esporte demora a chegar na vida das crianças, principalmente se elas forem meninas.

Sim, vamos falar sobre a importância de incentivar que meninas também despertem paixões por esportes.

Esporte não tem gênero!

É muito comum que os pais levem os meninos, desde muito cedo, para estádios e escolinhas de futebol. Entretanto, esse convite dificilmente chega até as meninas. Elas precisam, com muito custo, conquistá-los.

Para o bem geral da nação – e de todas as crianças – essa lógica precisa mudar!

Estamos falando sobre isso porque hoje, 07 de junho, começou a Copa do Mundo de Futebol Feminino. Um dos maiores campeonatos do esporte e que mais mexe com as emoções de torcedores pelos quatro cantos do mundo,  e que, particularmente, mostra como as mulheres brasileiras dão um show em campo.

O futebol é uma das maiores paixões do povo brasileiro, nesta terra, mesa de bar não tem outro assunto. Nossa história é marcada pelas vitórias e troféus da seleção masculina, pentacampeã do mundo, e pelas derrotas também, ou alguém ai já esqueceu o 7 x 1 da Alemanha?

Entretanto, nossa jogadoras tem uma linda história para contar que quase nunca é assunto de roda de amigos.

Nossa seleção já participou de todas as edições da Copa do Mundo Feminina e do Torneio de Futebol dos Jogos Olímpicos. Além disso, é a melhor seleção da América do Sul e tem a melhor jogadora do mundo, a Marta, eleita por 5 anos seguidos pela FIFA (de 2006 a 2010) e de novo em 2018 como a melhor jogadora de futebol do planeta.

Ou seja, as meninas são muuuito boas no que fazem!

Copa do Mundo de Futebol Feminino

A Copa feminina é muito diferente das masculina, ela ainda é um evento novo. A primeira edição aconteceu há 28 anos, mas desde então muitas barreiras foram quebradas para chegar ao patamar que é hoje. E, em especial, a Copa deste ano, na França, vem quebrando muitos recordes e tem tudo para ser histórica. 

A partir desta sexta, 24 seleções irão competir por um torneio que vai muito além do esporte, ele traz força e revolução.

Aproveite o clima e incentive nossas meninas

Olhando para a trajetória de mulheres como as jogadoras brasileiras é que nos inspiramos a dar mais espaço para as mulheres dentro dos esportes (e de todo o resto). Precisamos nos exercitar a quebrar os padrões, que acabam sendo naturais do nosso dia a dia, para fazer delas protagonistas.

Lembrando, principalmente, que esta atitude não deve ser restrita ao Dia da Mulheres ou nos textos pela internet, mas no cotidiano desde a infância. Só assim elas crescerão acreditando que o mundo é para elas também.

Erika Zordan

Jornalista e Produtora de Conteúdo no Clubinho de Ofertas. Mineira de raiz, carioca de coração. Sou apaixonada por histórias e acredito muito no poder de transformação da educação.