Tempo e família

Refletindo sobre gestão de tempo e família

A gente acorda, vai pro trabalho, trabalha duro, busca as crianças no colégio, leva pra aula de balé, volta pra casa, arruma casa, dorme tarde….

Os dias vão passando por nós e, quase sem perceber, é Natal, Carnaval, primavera, Dia das Crianças e… Natal de novo.

Você tem a impressão de que o tempo escapa pelos seus dedos?

Essa sensação da gestão do tempo tem sido cada vez mais comum. Muito por quê a vida está mesmo mais acelerada. As coisas acontecem e em um minuto o mundo toda já está repercutindo a notícias e as redes sociais estão bombando o assunto. No meio desse turbilhão, nossa mente vai se adaptando à correria e fazendo o melhor para tentar responder ao ritmo da vida moderna.

Organizar o tempo não é uma tarefa simples. Porque ele não para, e como toda mãe sabe muito bem, não adianta programar o seu tempo com tanta disciplina. Afinal, ele se mistura aos horários de toda a sua família, e você, nem sempre, consegue coordenar todo mundo.

Este é o primeiro passo

Para espantar a sensação de atraso é fundamental aceitar que nem tudo está sob controle. Essa afirmação, não só traz melhor compreensão sobre seus dias, como diminui sua ansiedade. Naturalmente, permite seu cérebro raciocinar melhor sobre seus compromissos.

Nos tempos do digital

Hoje em dia, todo mundo está no celular o tempo. Muitas vezes é ele quem nos lembra dos aniversários, dos médicos ou do pagamento dos boletos.

Nem todo mundo funciona da mesma forma, algumas pessoas gostam de anotar, outras tem tudo na cabeça, outras já adotam práticas mais elaboradas de organização. Cada um tem uma personalidade e uma percepção sobre suas obrigações.

A ideal é encontrar o que mais funciona para você! Existem várias metodologias que você pode experimentar e ver seus dias renderem mais. O Clubinho já deu a dica do primeiro passo.

Agora é com você. Faça a gestão do seu tempo pensando no que é mais importante para você!

Deixe seu comentário